quinta-feira, 19 de setembro de 2019

Crescer em Natureza - mais que uma atividade, uma quinta aberta para crescer feliz!

Depois do sucesso das Férias em Natureza, eis que chega o projeto:

Crescer em Natureza 

Porquê?

Porque é importante brincar!

Porque o campo nos dá a liberdade de brincar,

Porque em liberdade se aprende a amar,

Porque amando se aprende a respeitar,

Porque respeitando crescemos por dentro,

Porque merecemos crescer naturalmente felizes,

Porque o ritmo natural da vida ajuda a concentrar, a focar nos objetivos, a alcançar os desafios, a auto-regular necessidades e emoções, a desenvolver a auto-confiança...

E porque acreditamos que o contacto com a Natureza nos torna seres mais completos e felizes!

Vivemos em harmonia com a Natureza e os seus ciclos biológicos, respeitamos o ritmo de cada um dos habitantes da nossa Lura e gostaríamos muito de partilhar o nosso amor pela Natureza e pelo Mundo com cada vez mais crianças felizes!

Como? 

Num ambiente descontraído, ao ar livre, com contacto com a natureza e os animais, vamos promover o desenvolvimento de competências em áreas que consideramos fundamentais para um crescimento saudável e pleno:
 
Ambiente – Acreditamos que a melhor forma de aprender a valorizar e respeitar a natureza é amando-a. Estamos confiantes que os nossos animais e plantas conquistarão até os mais renitentes.
 
Cidadania – Promover a brincadeira conjunta, o trabalho colaborativo na resolução de problemas, implementar dinâmicas de grupo e criar espaços para debate e troca de ideais, para aprender a valorizar e respeitar a opinião de cada um, bem como a própria.
 
Dieta Mediterrânica – Mais que uma forma de alimentação, procuramos a promoção deste estilo de vida saudável, em todas as suas vertentes.

Desenvolvimento emocional e educação positiva – Através da ligação à Natureza e do reconhecimento dos seus ritmos naturais, juntos desenvolveremos a consciência dos nossos próprios ritmos, necessidades emocionais e descobriremos mecanismos de auto-controlo. O contacto regular com os animais permitirá promover a empatia, a capacidade de concentração, o foco na tarefa, entre outros.

E haverá ainda tempo, para brincar ao ar livre, descontrair e regressar a casa feliz…

Quando?  

Vamos ter parcerias com algumas escolas e colégios privados da cidade de Faro, se o seu educando frequenta uma destas escolas pode perguntar se na secretaria se já têm acordo connosco.

Às quartas-feiras teremos a Turma Livre que funcionará das 17h às 19h, a partir da semana em que tivermos o número mínimo de 6 inscrições e estará limitada a 20 inscrições.

Pode fazer a inscrição do seu educando aqui. Será contactado em breve.

Temos ainda parceria para outros horários, com a Associação de Pais da Escola do Alto de Rodes e com o centro de estudos CEPSIFORMA.

Onde?

Na Lura, naturalmente...

Qual o preço?

A frequência da Turma Livre uma vez por semana sem transporte terá um custo associado de 20€ por mês, por criança.

Se não tem transporte, não deixe de fazer a inscrição, informe-nos e tentaremos arranjar uma solução.

Quem pode frequentar?

A Turma Livre estará aberta a inscrições de crianças dos 4 aos 10 anos.



 
 


quinta-feira, 18 de abril de 2019

Este ano o nosso Verão vai ser ainda melhor!

Sim, já estamos a preparar o Verão!

Já estamos a receber reservas
para visitas bem diferentes e divertidas,
para grupos maiores ou menores,
de "atls", "centros de estudos" e outros que tais,
que já nos conhecem, ou que querem ver mais...

Estamos de portas abertas,
Preparados para o calor que se adivinha,
Com a piscina bem bonita e limpinha.

Para as noites longas e felizes,
Temos o armazém da brincadeira num primor,
As estrelas prontas a actuar,
Mesmo nas noites de luar. 

Os coelhos a crescer,
As galinhas a pastar,
e o Tito e o Garoto,
Ansiosamente a aguardar...

Bora lá reservar
os dias especiais,
em Junho, Julho e Setembro,
Bora lá reservar
antes de tudo se ocupar!

E Agosto?!?!

Em Agosto:
Férias em Natureza, 
com certeza!

Pode fazer já a inscrição aqui


Temos orgulho no que fazemos e fazemo-lo com gosto. 

Por isso somos felizes e isso transmite-se a cada um dos nossos visitantes.

Até breve ☺

sexta-feira, 5 de abril de 2019

“A criatividade é a inteligência a divertir-se”


Uma amiga usou esta frase como um mote de inspiração na sala de estudo. Vi e roubei (com autorização, é claro!), porque é tão verdade!

A Lura está a crescer e uma parte significativa desse crescimento depende, quase intrinsecamente, de processos criativos vários. Aliás, o próprio projeto Lura nasceu da junção entre uma necessidade, vários desejos e muita criatividade...

E sabem que mais?

Quanto mais cresce, quanto mais uma ideia leva a outra, mais eu me divirto, mais eu me apaixono, mais aprendo e mais partilho.

Sim, divirto-me a criar novas atividades, imaginar novos espaços, desenvolver novos projetos e ofertas, e quanto mais faço, mais quero fazer, mais acredito no que faço, mais sinto que estou no caminho certo. Não pelos resultados materiais, mas pelo reconhecimento que surge, muitas vezes onde e como menos se espera, pelas novas e lindas pessoas que vão aparecendo e com quem surgem novas ideias, novas parcerias, novos processos criativos...

A Lura vai ter novidades em breve...

São novidades fresquinhas de Verão, que vão mostrar um pouco melhor as nossas ideias e convicções educativas, e que estamos a preparar com muito amor, cuidado, fundamentação teórica e cientifica, para que tudo funcione da melhor forma possível.

E estou tão entusiasmada!

Além de organizar as ideias, preparar os materiais e garantir o que é necessário para tudo vir a funcionar, dou por mim a contar a todos os amigos, e a fazê-lo acompanhado daqueles “saltinhos e palminhas” dignos de uma criança de 5 ou 6 anos que conta aos pais como ganhou o jogo com os amigos!

Porque me estou a divertir a criar, porque acredito que vai ser “muita bom” e porque sei que me vou divertir tanto como a pequenada que se virá divertir connosco.

Oh páááá, quero contar já, já...

Mas ainda não tenho tudo pronto para vocês,

esperem mais um pouco.

Darei as novidades em breve.

Até já!




Temos orgulho no que fazemos e fazemo-lo com gosto.
Por isso somos felizes e isso transmite-se a cada um dos nossos visitantes.



segunda-feira, 1 de abril de 2019

A minha parceira da APATRIS21


Como já devem ter reparado, pelo menos através das fotos partilhadas no nosso facebook, os nossos burros cada vez são mais requisitados e a nossa Lura está cada vez mais a tornar-se o porto seguro de gente muito, muito especial.
Isto deve-se a vários fatores, à nossa dedicação, à nossa formação específica, ao trabalho diário e amor pelos animais, mas também a uma pessoa muito importante e que cada vez mais nos é querida.

Hoje quero falar-vos da Sara da APATRIS21!

A Sara é uma psicóloga prática e despachada, que vai à luta, procura (e encontra) o que precisa para os seus meninos. Chegou a nós, quando estava à procura de um sítio no campo com animais para um programa de Emprego Apoiado para um “caso talvez um pouco complicado”. Como é ela uma mente aberta e eu sou eu, acabou por ouvir toda a minha conversa sobre o trabalho com o Tito e o Garoto, os nossos burros, a pouco e pouco foi vendo a importância da companhia dos nossos burros para o desenvolvimento do programa de Emprego Apoiado e foi ela própria sendo cativada por eles.
Agora, apesar de alergias e afins, são amigos cumplicies.

Assim, de um passo para outro, começou uma parceria para um apoio ao Emprego Apoiado e depois veio o voto de confiança com a Asino-terapia para crianças e adultos com necessidades especiais.

Apresentado o percurso, quero mesmo falar-vos da psicóloga e pessoa Sara, que é esta pessoa que se entrega, que engole as alergias e trabalha de olhos esbugalhados se for preciso, que se dedica incansavelmente a cada caso, e embora por vezes possa parecer bruta, não o é, é amorosa e carinhosa com todos os seus meninos (mesmo os mais velhos que ela), mas também sabe ser dura e assertiva quando tem de ser.

Acredita que se pode trabalhar com todos e que cada um terá o seu potencial, procura ajudar e promover o desenvolvimento mesmo quando parece que nada vai acontecer, embora tenha o cuidado de não gerar falsas expectativas eu sei que ela acredita sempre mais um bocadinho!

A Sara não faz apenas o seu trabalho, não tem horário das nove às cinco e muitas vezes abdica da sua vida para poder ajudar, fazer mais e melhor. Mas sabe separar as coisas, consegue garantir o seu tempo pessoal, os seus escapes e o necessário para quando está a trabalhar estar realmente presente. No meu entender é isso que a torna uma excelente profissional, quando a Sara está, está mesmo! Está com todo o seu ser!

Por isso, porque reconheço bem o valor do seu trabalho e porque a adoro enquanto pessoa,
quero aqui deixar um enorme muito Obrigada!

Em meu nome pessoal,

em nome do Tito e do Garoto

em nome de toda a Lura.

Pelo voto de confiança,

pela partilha e trabalho conjunto,

pela amiga que já se tornou

e só porque sim!

Obrigada Sara!

ps - não resisti a partilhar esta foto, a Sara, o seu amigo Tito e 
a alegria no trabalho! 

terça-feira, 4 de dezembro de 2018

Temos uma veterinária espetacular!


Olá!

Boas razões nos levam a escrever com menos regularidade: temos mais e mais diferenciados trabalhos e estamos empenhados a fazê-los bem e com muito amor, por isso, por vezes não sobra muito tempo para escrever...

Mas escrever faz falta, e partilhar coisas boas é muito importante!

Assim, hoje quero falar-vos da importância da nossa Veterinária, no funcionamento de toda a quinta.
Como sabem fazemos educação ambiental, temos diversos animais e defendemos que é mais importante ter animais felizes que ter muitos animais ou animais exóticos.
Os nossos animais, à exceção de algumas adoções que tocaram o nosso coração, são de espécies autóctones que estão naturalmente preparados para as
nossas condições climatéricas e têm o espaço e condições necessárias para terem uma vida plena e feliz.

Além disso, estes animais têm acesso a um serviço de saúde de excelência!

- Temos uma veterinária espetacular!

Sim, além de tratar-mos todos da melhor forma todos os dias, garantimos um acompanhamento veterinário atento e cuidado. O que só é possível graças a uma pessoa: A Drª Sara Farrajota Mora!

Ela é especial, por isso está connosco e ajuda-nos a cuidar de todos os nossos bichinhos desde o início desta aventura.

E perguntam vocês, o que é que tem de especial?

Nada e tudo! Além de ser uma excelente profissional, que se mantém atualizada, que procura formação e informação conforme surgem novos desafios, dúvidas ou simplesmente aquela doença que ainda nunca tinha visto, a Sara é um excelente ser humano e isso reflete-se no seu trabalho.

Numa quinta, com muitos animais diferentes, com idades e temperamentos muito diferentes é necessária uma enorme capacidade de organização para garantir todos os tratamentos, vacinas em dia e profilaxias sazonais, e acham que eu tenho de me preocupar com isso?
Não, a Sara garante, alerta e avisa sempre que necessário.

Uns animais aceitam qualquer pessoa e qualquer toque, outros são esguios e não aceitam bem a presença da veterinária, como resolvemos essas situações?
Com muita calma, estratégias alternativas e por vezes com a Sara a trabalhar em conjunto comigo para que eu consiga aprender administrar o que é preciso quando é preciso, sempre garantindo a nossa segurança e do animal em questão. Com a Sara se não é possível tratar de uma forma, então vamos estudar, vamos perguntar e procurar até encontrar alternativas, e muitas vezes quando vem na sua visita, já previu as possíveis dificuldades e preparou possíveis alternativas.

Se ela é tão boa, os vossos animais adoram a sua visita mensal?
Não, não é assim que funciona, infelizmente para alguns a Sara é a “má da fita”, que quando vem trás vacinas, desparasitações e outras “maldades” para fazer, mas ela tem essa consciência e faz tudo com um grande sentido prático, muita dedicação e sempre que pode acarinhar além de ser a “má da fita”, tem o cuidado de o fazer.

Mas acima de tudo porque que é que eu gosto muito de trabalhar com a Sara e sinto que os meus animais só saem a ganhar com o nosso trabalho conjunto?

Por isso mesmo, porque o trabalho é conjunto!

Porque ela sabe que se lhe telefono com uma preocupação (ou porque o cão coxeia ou porque o coelho tem a cara esquisita ou porque a galinha está com um cacarejar diferente ou porque o burro tem uma ferida ou pelada persistente, ou simplesmente porque algum deles está de mau humor há demasiado tempo) essa preocupação é real e séria, e mesmo que ela chegue cá e tudo pareça normal, ela tenta perceber o que se passa, acompanha, telefona mais tarde para verificar se a situação persiste. Procura soluções e alternativas, mesmo atolada de trabalho e em visitas que, por vezes acontecem em contra-relógio, há sempre tempo para cortar as unhas aos coelhos, ou para almofadar a cabeçada do burro que o está a magoar, ou verificar se a composição da ração é a mais adequada, ou simplesmente para ir fazer uma festinha ao burro para que ele se lembre que veio cá e não lhe fez “maldade” nenhuma. E tem um sentido prático que a permite ajudar a tomar as decisões difíceis pesando os prós e os contras, garantindo o bem-estar animal mas com o distanciamento necessário para evitar que a emoção se sobreponha à razão.
Temos uma veterinária dedicada, organizada e feliz.

Para a Sara, tal como para nós, o seu trabalho não é apenas um trabalho, é uma opção de vida tomada conscientemente e da qual não se arrepende.


Por isso em nome próprio e em nome de toda a nossa querida “bichesa” quero aqui deixar o nosso:






Muito Obrigada


Sara Farrajota Mora!



Já agora, podem encontrá-la a ela e a toda a sua equipa na Clínica Veterinária deLoulé


sábado, 15 de setembro de 2018

Um bom ano lectivo 2018/2019 para todos!





“A educação é a arma mais poderosa que podemos usar para mudar o mundo”

Nelson Mandela

É com este mote que este ano quero dar as boas vindas ao novo ano-letivo e, pela importância do ensino e da educação na formação de uma sociedade, este ano proponho que todos assumamos o compromisso de:

- Respeitar , valorizar e agradecer aos professores

Os seus, os dos seus filhos, os da sua família, todos!
Porque o trabalho de um professor é fundamental e decisivo na nossa vida e no nosso crescimento. Quem não teve um professor que o marcou positivamente? Quem não se lembra daquele professor que ensinou isto ou aquilo daquela maneira que ainda hoje usa? Quem não se lembra daquele professor inspirador ou motivante?
Sim, enquanto pais, por vezes damos por nós a não concordar com o professor, apetece-nos dizer-lhe que não temos tempo para tudo ou que não queremos aquela regra para o nosso filho, mas quando isso acontece, ou acontecer, sugiro que respire fundo, se lembre e contabilize o número de horas que aquele professor está com o seu filho e pense bem se essa discórdia pode pôr em causa todo o resto do trabalho, a relação professor-aluno e, se realmente acha que precisa de frisar uma posição, faça-o sim, mas através dos meios próprios e não em frente ao seu filho e dê-lhe o benefício da dúvida, tal como você, ele está a fazer o seu trabalho o melhor possível.

- Valorizar, apoiar e motivar o crescimento dos nossos filhos

É certo que não temos nem devemos ser explicadores dos nossos filhos, nem temos que entender o que eles aprendem, mas podemos estar disponíveis para ouvir atentamente o que nos explicam, podemos mostrar interesse no seu dia-a-dia, podemos valorizar todas as pequenas e grandes vitórias, estimular o cumprimento de horários, responsabilizar e promover as suas rotinas, fazer perguntas querendo ouvir as respostas.
Não precisamos de ter muitos meios ou muita disponibilidade, mas se usar-mos o que temos para mostrar que estamos ali, que queremos que cresçam mais e melhores e proporcionar-nos as oportunidades para decidirem o seu rumo, então estaremos a contribuir para que cresçam felizes e realizados, logo estaremos a contribuir para uma sociedade mais justa e equilibrada.

- Aprender, crescer e mudar o que for necessário em nós próprios

Porque cada um de nós faz parte deste mundo onde vivemos, porque vivemos em sociedade, porque todas as nossas ações têm consequências e porque, em ultima instância, estamos sempre a dar um exemplo a alguém, devemos procurar ser honestos e coerentes connosco próprios, se nos preocuparmos mais com o que pensamos de nós e menos com o que os outros vão pensar, se procurarmos ser, nas nossas atitudes e opções diárias, fiéis aquilo que defendemos então seremos plenos e seremos também capazes de reconhecer os nossos limites, as nossas imperfeições e mudar, porque mudar é crescer e mudar para melhor é evoluir...

Um bom ano para todos!

“...Muda, que quando a gente muda
o mundo muda com a gente
a gente muda o mundo
na mudança da mente
e quando a mente muda
a gente anda pr'a frente...”

Gabriel o Pensador


quarta-feira, 11 de abril de 2018

As mil e uma actividades do G.


Já aqui falei em tempos, da importância do ensino artístico e da diferença que sinto que faz os meus filhos terem contacto com a música desde muito cedo.

Hoje quero falar-vos da questão das mil e uma atividades extra-curriculares:

Muitas vezes os meus amigos e parceiros destas aventuras (levar e buscar meninos às suas atividades), comentam comigo, por vezes até mostrando alguma preocupação, que “coitado do rapaz, nem tem tempo para respirar, com tanta atividade”, ou “não achas demais?” ou ainda “Vai continuar com isso tudo sempre?”.

Pois é, o meu G. está no Conservatório de Música de Olhão onde tem formação musical, classe de conjunto, violino e, este ano, orquestra, pratica Judo e Vela, e sabem que mais?

Tem tempo para brincar!

Durante a semana o G. mal tem tempo para fazer os trabalhos de casa, não há tempo para ipads e ver televisão é em momentos de 5 minutos, se se despachar rápido de manhã ou jantar mais depressa que o costume.

Ao fim de semana tem a vela, que só vai num dos dias (podia ir sábado e domingo, mas nós optamos por ir apenas uma vez por semana), e aí sim, tem tempo para brincar, e brinca. Joga o seu ipad, vê um filme (geralmente depois da vela porque vem cansado e quer sofá), brinca com a irmã, anda de bicicleta ou skate, faz legos, e joga outros jogos, sozinho ou connosco, conforme é possível e lhe apetece.

Mas nem tudo é perfeito, e por vezes há picos muito exigentes para esta idade, em que eu, enquanto mãe, questiono tudo!

Quando numa mesma semana, há competição de Judo, fichas de avaliação na escola, audições de violino e treino de vela, fica complicado garantir o tempo de brincar, é preciso um esforço extra, e depois vem o cansaço, os nervos, os erros porque se está sob pressão e a mãe e o pai que só querem ajudar, ainda pressionam mais um bocadinho e a semana parece tão pequena que custa, custa a todos!

Mas depois, perguntamo-nos porque fazemos tudo isto, porque o nosso filho tem tanta coisa e nós achamos possível conciliar tudo, porquê?

Porque a realidade é que só há uma ou duas semanas de caos, porque no resto do ano letivo ele acima de tudo diverte-se e é feliz, porque está a crescer com responsabilidade, valores e princípios, porque todas estas atividades lhe fazem bem à saúde física e psicológica!

Já vos falei da música, agora quero falar-vos do Judo e da Vela. 

O meu filho pratica Judo com a Academia de Judo de Faro, e vela com o Ginásio Clube Naval de Faro, e em ambos estes sítios o desporto é praticado para a promoção do desenvolvimento integral das crianças, nestas duas instituições respeita-se o ritmo e a vontade de cada um, não existe e nunca senti pressão para a competição ou respetivos resultados.
Quer no Clube Naval, quer na Academia de Judo, sempre tive treinadores disponíveis para me ouvir e ouvir as minhas preocupações relativamente ao desenvolvimento do G.. Além de serem treinadores, são pessoas com valores que realmente se preocupam com o desenvolvimento das crianças com quem trabalham, para estes professores, mais do que treinar as crianças no seu desporto, é importante fazer parte da vida delas, é importante vê-los felizes e realizados. Assim, quando coloco a questão se o G. deve ir à regata ou à competição, se está preparado, se este momento competitivo não vai afetar resultados escolares, sinto que as minhas preocupações são ouvidas e já não é uma nem duas vezes que recebo dicas e sugestões para ajudar o meu pequeno com dificuldades escolares.

E além de tudo, sinto que a prática de exercício físico, o treino regular aliado a princípios e valores nos quais me revejo, fazem do meu G. um miúdo mais capaz, aumentaram significativamente a sua auto-estima e auto-confiança e fazem-no crescer mais saudável, até lhe aumenta o apetite ;-)

Para terminar, não consigo deixar de partilhar a parte melhor, depois de um final de segundo período de caos, com fichas de avaliação, competição de judo, audições, quando eu estava super apreensiva com os resultados escolares, eis que o G. tem excelentes notas quer na escola quer no conservatório, mesmo depois de um segundo lugar numa competição de Judo fora da sua cidade, o puto surpreendeu tudo e todos, deixou-nos super orgulhosos e depois destes resultados, as dúvidas de que falei anteriormente foram-se.

Quanto à questão, “Vai continuar com isso tudo sempre?”

Não sabemos, o futuro o dirá, mas enquanto sentir-mos que ele quer e que isso o faz feliz, sim vai continuar...

Muito Obrigada, aos treinadores aqui referidos (que sabem quem são), a toda a equipa do Conservatório de Música de Olhão e ao excelente professor da escola (que tem um papel fundamental em todo este processo formativo e muitas vezes nos esquecemos de valorizar).




“Cada segundo é tempo para mudar tudo para sempre!”

Charles Chaplin